02 maio, 2010

Hoje





Hoje só gostava de te poder dizer que te amo. Que me fazes falta. Talvez um dia encontres nos meus olhos as respostas que nunca vais ouvir a minha boca dizer. Há uma razão para tudo. Tudo tem uma razão. Nem sempre é para ser dita mas sempre para ser entendida. Sem ser preciso dizer. Hoje só gostava de te poder dizer que te amo.
Mas não digo... ainda não.
Ainda não posso

.

11 comentários:

marta disse...

também eu (; e adoro a maneira como escreves!

Catarina disse...

Ola mafalda, obg pelo teu comentario ^^
Acho uma optima ideia postares os teus desenhos aqui, é sempre uma coisa que as pessoas gostam de apreciar!Pessoalmente, tenho tido dificuldades em encontrar bons blogues de desenho de pessoas portuguesas e os poucos que encontrei tornei me logo seguidora! Desenhas como hobbie ou tambem andas em artes?

parabens pelo blog, continua ^^

MRPereira disse...

Tudo tem uma razão e tudo tem um fim. Nunca te esqueças disso! E aproveita e relembra-te de que tudo tem um motivo!

Kiss

Vanessa disse...

obrigada :)
adoro as letras do manuel cruz, tenho as discografias todas dele.
e também adoro uma das músicas que tens aí "heartless", quando a descobri ouvi-a vezes e vezes sem conta, é linda.
também vou seguir, beijinho :)

ti em mim disse...

se ela se afastar definitivamente, espero que nunca se arrependa (quero que ela seja completamente feliz).

(podes sempre dizer a alguém que o/a amas!

Meio Cheio disse...

Nunca deixes é nada por dizer...tudo tem um proposito e tudo tem que ser vivido...sem medo!

Beijo e boa semana*

marta disse...

pois, muitas vezes, os textos da Margarida Rebelo Pinto também têm muito haver com episódios da minha vida, por acaso (': é extraordinário!

dade amorim disse...

Linda e singela declaração, deve ter tocado fundo o coração do destinatário ;)
Gostei daqui, mesmo.

Obrigada pela presença no blog, viu?

Um beijo, boa semana.

ti em mim disse...

se sentir falta, espero que seja a tempo, depois do tempo não quero que sinta falta. se se afastar definitivamente, quero não ter sido nada, quero que isso seja bom para ela.

(por que é que achas que não valia de nada? só se experimentares é que alguma vez poderás saber!)

ti em mim disse...

então e ele é de onde?

Leninha Callebaut disse...

és do Porto ?