03 dezembro, 2010

Based on To claire; From Sonny




Por onde hei-de começar?
Tu provavelmente não vais ler isto, há até a hipótese de isto nunca chegar até ti e, assim, só estarei a a escrever isto para mim. Eu sinto que preciso de dizer todas estas coisas, especialmente neste momento em que peço às memórias para começarem a acalmar na minha cabeça e que eu comece a reconhecer-me.
Hoje, dia 3 de Dezembro, isto significa que que já passaram dois anos e quatro meses desde o dia de que foste embora. Que aniversário epotéticamente feliz. Eu sei que já não fixas os olhos em mim, até os podes fechar e eu estou melhor do que quando me d...deixaste para sempre. Eu acho que estou a acabar o processo. Começo a mentalizar-me desse facto. Sabes que mais? Eu estou bem. Devagar e sem grandes passos.
Eu até comecei a sair com um Rapaz, S é o nome dele. Não param de me dizer que é um passo positivo, ultrapassar-te e essas coisas... Não me interpretes mal, ele é um bom rapaz mas...diferente. É divertido, os nossos músculos têm as mesmas reacções ou pelo menos são coordenadas, é por isso que brincámos com os pés mas não tocamos piano sem ver. Quando tu passas muito tempo com alguém parece que o corpo memoriza o corpo do outro. Tu sabes. As tuas costas, o teu batimento do coração, os olhares típicos e a maneira como as nossas mãos se unem sem dizermos uma única palavra. Ah! Como eu brincava com o teu polegar. Uma pessoa nova é como mudar para um novo país em que não conheces a língua nem a cultura, é assustador.
Sabes as pessoas estão sempre a dizer "Tu vais encontrar alguém quando menos esperares..", "tu vais ficar bem" e eu sinto-me como uma "atrasada" fechada numa caixa.
Eu tenho lido muito, nada de ficções, já te contei que li um livro que falava da possibilidade de existir um mundo paralelo em que se encontram todas as tristes hipóteses das circunstâncias. Isto põe-me a pensar... significa que em algum lugar, talvez possa existir um mundo onde naquele dia, 3 de Setembro, quando não havia argumentos, eu não disse todas aquelas coisas que eu não queria dizer, aquelas coisas que não sentia, aquelas que nascem automaticamente dos nervos existentes perto da boca e que tu não foste embora sem uma única palavra. Talvez haja um mundo onde eu fui atrás de ti, pedi desculpa e, assim, nós continuávamos juntos, a apanhar o comboio juntos e fazer muitas mais coisas... como aquela gelatina que tu adoras e que eu odeio. tenho saudades dos nossos passeios.
Ás vezes passo pela tua casa e, sempre que passo, tenho a estranha sensação de que devia bater a porta. É estúpido porque eu sei que não responderias. Em qualquer caso agora já não é a tua casa, é a tua antiga casa. Actualmente, estás num sitio silencioso e bem longe de mim, com uma nova vida. E questiono-me se tu ainda te lembras de mim, eu gostava que falasses comigo e me desses esperança, algum sinal,a que me pudesse amarrar esta noite ,de que realmente te lembras de mim. Porque... sabes que mais? Eu não estou bem. Porque, na verdade, a Vida é uma merda. (...)
E agora olha bem para mim, escrevi esta página inteira sem usar a L worth nem uma única vez mas vendo objectiva e realmente eu diria que te continuo a amar. E chego até a ter medo de nunca parar. Eu espero que estejas bem... aí porque eu desejo-te mais do que nunca.

33 comentários:

cerise disse...

parece que este texto retrata tudo aquilo que sinto neste exacto momento..
espero que fique tudo bem *

Mafalda disse...

Felizmente é só uma história. força querida*

Ps: Não consegui comentar no teu blogue (?)

Célia disse...

Adorei! Melhor, usando a L worth, amei! ;)
É uma história muito bonita...só falta mesmo o filme!

tua pequena disse...

obbrigado maf. sim esta e contigo?:)

maria inês disse...

obrigadaaa *-*
estou a seguir, gostei imenso do blog!

maria inês disse...

está por cima do nome do blog, onde diz "seguir" :')

e obrigada fofinha *-*

maria inês disse...

eu compreendo, costumava ter assim, mas como mudei o blog, achei que ficava melhor sem aquilo :b

onegirl disse...

obrigada (:
vou seguir *

marisa machado disse...

obrigada mafalda (:

joana ♥ disse...

oh que querida, obrigada (:

ana cristina disse...

é muito linda :)

joana ♥ disse...

a musica é rascal flatts - here comes goodbye, vou seguir também (:

carol disse...

obrigada :)

joana disse...

obrigada querida. tens um blog maravilhoso acho que vou passar cá mais vezes. beijinho* :)

joana ♥ disse...

não ? tenta outravez

andré disse...

obrgd :)

cerise disse...

ah, sinto-me uma idiota porque nao li o titulo xD
hum para comentar no meu blog tens que carregar onde diz "amour" no fim do post em questao. depois escolhes a opçao "nao tem blog no sapo", metes o nome (se quiseres) e o url (se quiseres tambem) e escreves o que queres. depois vai te aparecer uma coisa para escreveres os caracteres anti-spam e ja esta. mas acho que ja deste com aquilo xD
obrigada pela força querida (:
e obrigada pelo elogio ao blog!
reparei agora que es de bragaa :D *

cris disse...

OBRIGADAA :')

Mário disse...

Adorei!!! *.*
Sigo*
Disses-te que estavas a seguir mas não apareces :s

● marianaferreira disse...

obrigada *

joana ♥ disse...

ainda bem querida :)

joana disse...

obrigada eu $:
vou-te seguir $:

joey disse...

obrigada :)

rita disse...

está mesmo sentido

Anne disse...

Lindo o blog,Parabéns
Seguindo.

Ana Rebelo disse...

Esta história retrata um pouco do que se passou ( ou passa ) comigo
bonito mesmo *-*

cerise disse...

mafalda, nao queres dar uma ajudinha para ganhar um bilhete para o concerto da lady gaga? xD é so ires ao facebook, meteres gosto na pagina do sapo e depois meteres gosto no comentario de taciana santos neste link: http://www.facebook.com/#!/note.php?note_id=149385898441807&id=250956600769
e se pudesses ajudar a divulgar.. obrigada e desculpa la (: *

Davie disse...

Honestidade/Verdade pura e crua. É assim que gosto, com sentimentos à flor da pele.

E já agora, não digas que gostas imaginar a vida da forma como escrevi. Ela é assim, bem lá no fundo *

Davie disse...

Não, não! Estava só a dizer que a vida já é como uma viagem num comboio. É claro que gostarias!

SaraGomes disse...

gostei*
sigo!

Davie disse...

Mas levaste a mal o que te disse? :/

Ana Rebelo disse...

obrigada *.*

SaraGomes disse...

que caixinhas ? ahahh xD