11 abril, 2010

E se tudo não passa-se de um filme?

Quero um filme para a minha vida. Quero um filme para a tua vida. Quero um filme para as nossas vidas.
Já imaginas-te como seria se todas as vidas fossem transcritas para filmes?
Os filmes tornar-se-ião assim tão vulgares quantos as palavras, e depois?
Todas as vidas são importantes, todas deviam marcar. Marcar não só os que os rodeiam durante o filme como deviam ficar na história sem serem esquecidas. Porque é que tudo e todos acabam por ser esquecidos? Não me habito-o a essa ideia nem nunca me vou habituar.
Todas as vidas tal como os filmes têm coisas boas e coisas más. Será que existiria um filme melhor que outro? Será que os podíamos classificar como dramas, comédias, romances, thrillers, infantis, etc? Será que nesses cinemas também existiriam limites de idade para assistir aos filmes? e existiriam filmes(vidas) para maiores de 12 e de 18 anos? E nos oscáres? como seria? Os Actores principais e secundários também seriam homenageados? Só que assim estaríamos juntos, podíamos estar arrumados na mesma prateleira ou ate estar a passar no mesmo cinema! E quanto a exposição que as nossas vidas teriam, não tinha mal porque ao fim de tudo até os realizadores nos omitem certas partes nos filmes!

É bom de imaginar, mas fico por aí... pelo imaginar!



3 comentários:

Catiiiii disse...

Cada um tem nas suas mãos a história da sua vida , e o desenrolar do filme é feito conforme a sua vontade , pois o enredo é obra do realizador . Às vezes os filmes cruzam-se e as suas histórias são alimentadas de modo que se completem e se melhorem mutuamente . Tal como nos filmes , isso acontece nas nossas vidas , com pessoas que vamos encontrando e conhecendo e que nos fazem mudar os nossos ideais e planear um diferente decurso da nossa história , que poderá acabar em drama , tragédia ou comédia . Mas o actor principal somos apenas nós , por isso devemo-nos empenhar em construir o nosso filme , para que possamos ganhar o óscar de melhor protagonistas da nossa vida .

Mafalda Santos disse...

completas o meu texto ;) e dizes o que eu queria dizer * AMO-TE

celia disse...

pois, mas quanto ao ser relembrado seria igual ao q acontece hj em dia